Capricórnio

Atualizado: Ago 17

Existe uma profecia que diz que em determinado momento, todo planeta passa por um grande teste, chamado de apocalipse, formado por dias de escuridão. Quando essa hora chega, é preciso que pelo menos um habitante do lugar, suba na montanha da tentação, a mais alta e difícil de todas e acenda a tocha da libertação, para que a vida sobreviva e passe para o próximo estágio de evolução. Por isso, Deus foi acordado às pressas pelo anjo auxiliador: - Senhor, o apocalipse na Terra começou. As orações não param de chegar. O coração de Deus apertou, era seu planeta preferido: - O que eu preciso fazer? - Ajude-os a encontrar um morador que consiga acender a tocha. Sem cerimônias, Deus desceu até a Terra, afinal, já era esperado que ele fosse aparecer. Os mortais se aproximaram, esperando a solução: - Queridos filhos, para que vocês sobrevivam a esse momento, orações não bastam. É preciso que um de vocês suba naquela montanha e acenda a tocha da libertação. - Você não pode nos salvar apenas com a sua vontade? - Não, regras são regras. Dito isso, os habitantes mais fortes, heroicos e atléticos se apresentaram e tentaram escalar a montanha. Porém, no meio dela, escondido na escuridão, terríveis tentações se manifestavam, fazendo-os perder o foco. Um deles foi capturado pela cena de uma festinha lotada, outro, pela imagem de um shopping, cheio de lojas em promoção. Pelo jeito, ninguém tinha disciplina para fazer a vida sobreviver. Deus, já havia perdido as esperanças quando ouviu, vindo lá do topo, um barulho: - O que é isso? - É Capricórnio, a cabra. - Como ela chegou até lá? - Ela sabe dizer não e por isso alcança os lugares mais difíceis. - Vamos pedir que ela acenda a tocha da libertação! - Impossível Senhor, ela só faz o que quer. Mas Deus, parecido, foi até ela. E não demorou muito para que todos vissem uma potente luz acender no topo da montanha e dissipar a escuridão. Quando ele voltou, os habitantes, felizes por terem sido salvos, perguntaram: - Como você conseguiu convencê-la? - Eu dei o mundo a ela. - Mas senhor! O que fazemos daqui para frente? - Não sou mais o proprietário. Perguntem a Capricórnio. Ela sabe o que fazer.