Leão

O anjo auxiliador, desesperado, entrou no quarto divino sem pedir licença:


- Senhor, telegrama urgente para você. Notícias do mundo superior. Os universos mais comuns, menos importantes, serão destruídos para que haja mais espaço e o SEU é um deles!


Deus ficou feroz.


- Anjo, precisamos defender nosso direito de existir! Não somos comuns de jeito nenhum, somos únicos, MARAVILHOSOS, diferentes de todos os outros. Chame os seres mais incríveis que eu criei para nos defender.


Assim foi feito. Como o assunto era sério, os que compareceram foram avaliados:


- O que te faz especial?


- Senhor, eu sou muito belo.


- Certo! Anjo auxiliador, se eu o enviar para nos defender seremos vistos como únicos?


- Infelizmente não senhor, beleza existe em mais 4 mil universos.


Todos apresentaram suas habilidades, porém, nenhuma delas era rara a ponto de defender nossa originalidade. Deus se deu por vencido, a sua imagem e semelhança ele havia criado um universo comum. Como suas criações seriam destruídas, ele foi visitar seu lugar preferido para se despedir, a selva. Chegando lá, começou a gritar por se sentir injustiçado. Uma criatura majestosa se aproximou:


- Por que o senhor perturba a minha paz?


- Porque vocês serão destruídos.


Os olhos da criatura, em chamas, pediram por mais explicações. Deus, intimidado, contou o que estava para acontecer e assumiu o fracasso em encontrar alguém para defendê-los.


- E que tipo de líder é esse que procura outro ser para se representar?


- Como assim?


- Nós somos partes de você, tenha amor-próprio, defender o que você ama, é defender a si mesmo.


Deus sentiu um calor no coração e partiu para o mundo mais superior de todos. Chegando lá, sem medo de se expor, chutou a porta e disse:


- Ninguém encosta no meu Universo. Minhas criaturas têm o direito de serem como são. Quem são vocês para julgá-las menos especiais?


Os seres superiores, surpresos, responderam:


- Nenhum outro Deus teve coragem de vir até aqui. Você é único por defender aquilo que ama, e seu universo, por ser amado, tem o direito de existir.


Deus fez cara de quem nunca tinha duvidado disso e foi embora, agradecendo a braveza daquele maravilhoso LEÃO.


158 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Coleção: "Deus, os signos e a criação"

Coleção: "Deus, os signos e a criação"

Coleção: "Deus, os signos e a criação"