Deus não estava lá

Essa noite, cheia - como a lua - de uma vontade de queimar fios invisíveis ao meu redor, resolvi enfrentar uma das forças mais complicadas para mim: Deus. Corajosa, decidi buscá-lo para pedir que parasse de se deixar usar como desculpa para entrar na vida daqueles que, dos que usam o seu nome, não tem como se defender.


Carreguei minha mochila com tudo o que de sagrado eu tenho e sai em uma jornada a procura do criador. Para mim, em poucos lugares ele poderia estar. Nos templos, na natureza ou no céu. Comecei pela primeira opção. Perto de minha casa tem uma igrejinha branca, fui visitar.


Ao chegar lá me deparei com um velho padre, sentei com ele e, sem fotos de Deus para apresentar, descrevi suas características:


- É aquele que entra nas matas para catequisar pessoas que, no final das contas, são obrigadas a servir, não a ele, mas ao estado do território em que estão.


O velho padre se assustou! Me disse não reconhecer ser tão maldoso assim. Fui embora, Deus não estava lá. Segui em direção a segunda opção. Em uma mata fechada de uma diversidade tamanha eu expliquei:


- Estou procurando Deus, esse ser que nos obriga abandonar crenças diferentes, a pensarmos e a nos comportarmos todos da mesma maneira.


Os animais, de diversas cores e tamanhos, não entenderam como a vida encontraria meios de se adaptar a diferentes circunstâncias e de continuar sem a mescla de diferentes expressões. Me explicaram que, pelo contrário, a falta de diversidade enfraquecia a vida, algo incoerente para um criador. Fui embora, Deus não estava lá. Subi para o céu, minha última opção.


Lá em cima, encontrei estrelas, meteoros e planetas. Eu, familiarizada com eles, me sentindo em casa, sentei sobre a lua e repeti o que já estava cansada de falar. Eles se entreolharam e, irônicos, responderam:


- Por que haveria de existir um criador que ao invés de espalhar amor, que é a formula da atração, da reprodução e da criação, faz as pessoas se odiarem e ficarem umas contra as outras? Tem certeza que ele não é uma projeção daquilo que vocês não têm coragem de admitir que são? Não seria ele, pelo contrário, uma criação de vocês?


Eu entendi. Voltei para Terra e na noite de ontem, do meu paraíso, expulsei Deus.






16 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Acordo às 3h da madrugada para fechar a porta da cozinha que abriu trazendo uma forte corrente de ar. Dou de cara com ele sentado no chão ..

Era uma vez a árvore da vida. Quem chegava perto dela, sentia vontade de subir. No topo havia um trono, maravilhoso, com certeza o trono ...