Xícara de inspiração

Por esses dias, encontrando-me sem inspiração, nem mesmo para cozinhar, coloquei uma máscara e bati na porta da vizinha:


- Olá, você tem uma xícara de inspiração para me emprestar?


Ela entendeu meu apuro. Não é possível ficar muitos dias sem tal ingrediente então, ao invés de uma, me deu duas xícaras para que eu pudesse sobreviver. Voltei para casa e preparei uma receita com elas, mas não deu certo, não pude me alimentar por isso, bati em outra porta apresentando a mesma questão:


- Estou sem inspiração, você pode me dar um pouco?


Novamente ganhei uma porção generosa, mas de novo minha receita deu errado e minha fome, obviamente, começou a aumentar. Mais do que rápido sai batendo nas outras portas que, como moro em prédio, são muitas. Busquei inspiração em mais de cem pessoas diferentes em um mesmo dia e algumas, inclusive, visitei mais de uma vez, mas o resultado foi uma crescente frustração.