Aquário

Atualizado: Ago 17

Antes de vir para a Terra, todos os seres que estão prontos para encarnar alinham-se em fila divina para receber das mãos dos anjos auxiliadores um “projeto terreno” com os principais desafios, acordos, carmas e missões a serem vividos por cada um. Todos os dias, milhões de almas estendem seus corações com gratidão a essa oportunidade, aceitando os projetos por mais complicados que sejam, afinal, encarnar é o maior desejo dos que estão a espera de evolução. Porém, certa ver, em um dia normal de trabalho celestial, um SER, ao receber seu projeto, saiu da fila e questionou: - Posso conversar com Deus para discutir alguns pontos do meu projeto que não estou de acordo? Os anjos responderam que o criador era muito ocupado e que se concedesse essa conversa a ele, teria que fazer o mesmo com os demais, impossível. O SER fingiu aceitar, mas sorrateiro saiu da fila, e aproveitando que todos os anjos estavam ocupados com tarefas divinas, roubou um par de asas do armário angelical voando na direção da mais intensa luz, lugar onde Deus deveria estar. Sem errar, acertou. Chegou a uma porta dourada e sem duvidar, abriu. Deus impressionado perguntou: - Humano? Como chegou até aqui? Qual o seu nome? - Vim voando, me chamo Aquário. É o seguinte, recebi um projeto cheio de sofrimento e não estou de acordo, vim discuti-lo com você. - Mas a Terra é assim. Sofrida e faz sofrer. - Eu não sou obrigado. Se for assim, não vou. Deus impressionado com aquela rebeldia teve uma ideia: - Que tal se essa for a sua missão? - Qual? - Usar sua irreverência para romper os padrões de sofrimento da Terra. - Combinado. Poderei ser do jeito que eu quiser? - Esse vai ser o seu poder. Só não se esqueça de fazer com que a sua inteligência traga evolução e não desprezo. Onde houver lágrimas, prisões emocionais, preconceitos, coloque ar, novas maneiras de pensar. E leve essas asas emprestadas com você, para voar alto e enxergar os padrões que precisa romper. - Ok. Vou indo então. Ah, Deus, posso te dar um conselho? - Claro! Nunca ganhei um. - Não seja igual, pois a repetição inconsciente é exatamente o que faz mal.