O despertar - parte II

O SER volta. Em outro formato, como mulher. Eu pergunto porque escolheu estar diferente, ele diz que é pelo mesmo motivo que eu troco de roupa:


- Você é o que veste? Eu também não sou o corpo que me envolve. Agora presta atenção! Você precisa parar de cair.


- O quê?


- Às vezes você não consegue se segurar e cai. Onde você se sente insegura?


- Ah tah! Tenho vergonha de dizer. Mas me sinto insegura quando não me sinto inteligente.


- Não tenha vergonha. Tem gente que cai quando está sem dinheiro ou quando não se sente bonito. É normal. O problema é a comparação, não é? Se não houvesse alguém MAIS inteligente que você, não haveria insegurança.


Eu concordo, ela segue: